Arquivos do Blog

Reishi – Propriedades e Benefícios

reishi-on-logReishi / Ganoderma Lucidum

O Reishi é um cogumelo ( Ganoderma Lucidum ), que vem sendo estudado há mais de 30 anos, pelos estudos comprovados das suas vantagens e propriedades benéficas para a saúde.

O Dr. Shi Jean Lee, um famoso médico que viveu durante a dinastia Ming, falou sobre a eficácia do Reishi no seu livro ” Ban Chao Gang Moo ” ( A grande Farmacopeia ), ele tomava Reishi diáriamente e ajudou-o a ter uma vida mais longa e saudável, sendo muito dificil a ingestão deste fungo no seu estado natural, pois tem um gosto amargo desagradável, motivo por que as empresas que comercializam estes produtos o combinaram com outros produtos como o chá ou o café, ou mesmo em cápsulas para facilitar a ingestão e a digestão do mesmo.

O Reishi tem uma grande quantidade de ácidos insaturados, alcalóides, polissacáridos naturais e minerais abundantes como o cálcio e o germânio, é um super-alimento considerado com adaptogeno, pois nutre o corpo e ajuda-o a superar situações de grande esforço físico e mental.

Origem e Descrição

É um fungo tenro ( quando fresco ), suberoso e achatado, com um chapéu conspícuo de cor avermelhada e em forma de rim, dependendo da idade do cogumelo, tem esporos brancos ou acastanhados na sua parte inferior, liberta os seus esporos através de finos poros situados na parte de baixo do chapéu e é classificado como um poliporo.

Apenas duas a três em cada 10.000 árvores idosas tem caracteristicas para o crescimento de Reishi, pelo que a sua forma silvestre é geralmente rara, actualmente o Reishi é cultivado ao ar livre em troncos ou em leitos de lascas de madeira deste tipo de árvore.

Composição quimica do Reishi

O Reishi tem mais de 150 anti-oxidantes e mais de 200 fito-nutrientes, no entanto alguns deles são mais benéficos e as suas caracteristicas são benéficas para a maior parte das patologias conhecidas :

  • Polissacarídeos, peptidoglicanos e heteropolissacáridos
  • Triterpenos ( ácidos ganodéricos de A a Z ) de actividade anti-histamínica ( A, C e D ), hepatoprotectiva ( R ), anti-hipertensiva ( B, D, F, H, K, S, Y ), hipocolesterolémica ( M e F ), inibidora de ECA ( Ganoderol B ) e anti-agregantes plaquetários.
  • Minerais ( ferro, zinco, manganês, magnésio, potássio, germânio, cálcio )
  • Vitaminas do complexo B ( especialmente vitamina B9 )
  • 17 aminoácidos, todos essenciais ao nosso organismo
  • Esteróis e substâncias semelhantes á cortisona
  • A adenosina e guanosina tem um efeito anti-plaquetário, relaxante muscular ( musculo esquelético ) e CNS sedativo.

Propriedades do Reishi

Existem vários estudos sobre os benefícios do Reishi, de todos já efectuados foram conhecidos os efeitos em :

  • Fadiga crónica e sempre que precisamos de impulsionar o sistema iminulógico
  • A sua acção anti-oxidante faz do Reishi um bom aliado na luta contra os radicais livres
  • Tradicionalmente recomendado para os problemas da ” mente “, como a insónia, ansiedade e stress
  • Excelente aliado no combate e cura de doenças auto-imunes, infecções virais, diabetes, melhora a função mental e úlceras.
  • Bom complemento a doenças cardiovasculares, pela sua capacidade de reduzir o colesterol, a hipertensão, os efeitos anti-plaquetários, anti-coagulantes, pesquisas e estudos efectuados na China, revelaram que o Reishi melhora o fluxo sanguíneo e baixa o consumo de oxigénio do musculo cardiaco.
  • Em 1990, pesquisadores do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas, descobriram que o Reishi é eficáz na osteo- inflamação, rigidez do pescoço e espasmos musculares.
  • O Reishi é frequentemente utilizado na China para o tratamento de problemas de fígado como a hepatite e a cirrose
  • Colabora na luta contra as doenças alérgicas como a asma e a dermatite.
  • No Japão tem sido realizados estudos intensivos em que ficou comprovado o benefício do Reishi no tratamento de doenças cancerigenas, graças aos polissacarídeos do tipo beta-D-glucana, que fortalecem o nosso sistema imunológico, aumentando ainda mais a sua eficácia com altas doses de vitamina C, ( a dose deve depender de cada caso e deve ser recomendada e acompanhada pelo médico ).

Efeito sobre o sistema imunológico:

  • Isola, retarda e reduz a produção e secreção excessiva de histamina, melhorando, assim, a asma brônquica e a bronquite crônica.
  • De acordo com o Dr. Andrew Weil, da Universidade de Harvard, identificou compostos de lanostina no Reishi que tem um efeito tônico sobre pessoas com asma e outras alergias.
  • Melhora o funcionamento das glândulas supra-renais, normalizando sua secreção de hormônios.
  • Impede a predisposição alérgica.
  • Quanto as doenças relacionadas com a imunidade, regula a resposta imunitária.
  • Reduz alguns sintomas de doenças auto-imunes (por exemplo, a artrite reumatóide), tais como a dor devido à endorfina na sua composição. Também diminui a inflamação devido ao seu ácido ganoderico lanostina D.

Efeito cardiovascular:

  • Efeito hipotensor: Pode diminuir entre 10 e 20% da pressão arterial, tanto sistólica e diastólica.
  • Tonico para o coração: melhora o fluxo sanguíneo para o coração, reduz o consumo de oxigênio do músculo cardíaco, é útil no tratamento da angina de peito.
  • Hipercolesterêmico: devido à presença de lipoproteína de baixa densidade (ácido oléico), diminui a concentração de colesterol em mais de 50% dos pacientes que utilizam o fungo durante mais de 4 meses. Estudos clínicos mostram reduções significativas nos níveis das triglicérides e da glicose.
  • Anti-arteriosclerotico: diminui a produção da placa de ateroma, que restringe o fluxo de sangue através do estreitamento das artérias, resultando em aterosclerose.

Efeito Adaptogeno:

  • Reduz os sintomas de fadiga.
  • Reduz o estresse e fadiga crônica.
  • Melhora alguns sintomas de distúrbios neuropsiquiátricos, tais como a insônia, Alzheimer anorexia nervosa.

Efeito Purificante:

  • Tem função purificante do sangue e função reguladora sobre o sistema imunológico.
  • Normaliza e equilibra as diferentes funções do corpo sem causar efeitos nocivos (adaptogeno).
  • Seu principal mecanismo de ação é o sangue; através dela limpa e remove o excesso de impurezas, facilitando o bom funcionamento do sistema circulatório e a promoção da resposta imunitária.
  • Ativa as defesas próprias e originais do corpo.

Efeito protetor do fígado:

  • Restaura e normaliza o funcionamento das células hepáticas danificadas. (Regeneração do fígado).
  • Redução da inflamação do fígado, graças à ação regenerativa dos polissacarídeos, melhorando a hepatite.
  • Acelera a decomposição do álcool.
  • Previne a oxidação causada por substâncias tóxicas.
  • Previne os estados cirróticos.

Efeito sobre Diabetes:

  • Tem ação semelhante à insulina, glicose inibe a síntese e facilitam a sua entrada nas células.
  • Reduz os níveis de glicose no sangue.
  • Melhora os sintomas da diabetes.
  • Melhora a resposta auto-imune no caso do diabetes tipo Mellitos
  • Previne o diabetes e evita complicações.

Efeito na próstata:

  • Tem sido demonstrado por pesquisas realizadas pelo professor Fujita R. e seu equipo da Faculdade de Agronomia da Universidade de Kyushu no Japão que o Reishi contem extratos que produziram a maior atividade inibitória da 5-alfa-redutase, para que o tratamento inibe significativamente o crescimento da próstata induzido por hormonas. Em conclusão, o Ganoderma lucidum (Reishi) pode ser útil para o tratamento da hiperplasia prostática benigna.
  • Normaliza a pressão arterial (adaptogeno). Os Tripéatenos identificados no Reishi reduzem a pressão sanguínea elevada.

Efeitos colaterais e secundários

Os efeitos colaterais do reishi incluem tonturas, secura da boca e da garganta, sangramento nasal e desconforto abdominal; no entanto estes efeitos são raros e podem aparecer com um uso contínuo e exagerado depois de longos períodos. As mulheres grávidas e lactantes devem consultar um médico antes de tomar o Reishi.

O Reishi não é um medicamento, é um poderoso regenerador celular que deve ser utilizado conforme cada tipo de patologia de modo a ajudar e não prejudicar o organismo.

Reishi Portugal

Reishi – Anti – Envelhecimento

envelhecimento-20121019-size-598

REISHI – ANTI-ENVELHECIMENTO

Imunossenescência: Alterações das Defesas do Corpo no Envelhecimento.

Se você não sabe o que é a imunossenescência, é a redução da eficácia do Sistema Imunitário á medida que uma pessoa envelhece. Existem alguns estudos que indicam que o Cogumelo Reishi pode ajudar a melhorar o Sistema Imunitário e fazer com que as coisas voltem ao seu equilíbrio. Os mesmos estudos indicam também que ele pode ajudar a aumentar a longevidade de uma pessoa.

Com a Imunossenescência, uma pessoa tem mais probabilidade de desenvolver um Cancro e algumas infecções á medida que a idade avança. Eles também são mais susceptíveis de vir a necessitar de vacinas e de antibióticos. Como resultado, pode reduzir a qualidade de vida, é possível que venha a limitar a mobilidade, resulta em dificuldades acrescidas, e pode resultar em morte entre as populações mais idosas.

Os Cogumelos Reishi, de nome cientifico Ganoderma, são utilizados pela Medicina Tradicional Chinesa há mais de 2300 anos, habito incorporado na cultura Asiática á mais de 4 milénios. Eles normalmente são utilizados para ajudar a promover a alimentação do Sistema Imunitário e para Aumentar a Longevidade e Qualidade de Vida. Alguns estudos científicos têm demonstrado que os compostos encontrados nestes cogumelos podem ajudar a combater imunossenescência e também ajudam a aumentar a vida de uma pessoa de 7 a 16 anos.

Como o Reishi Ajuda?

Ele pode ajudar a reduzir o processo natural de enfraquecimento do Sistema Imunitário enquanto uma pessoa vai envelhecendo. É por isso que os idosos são mais propensos a desenvolver problemas de saúde. Existem três compostos que foram identificados no Reishi:

Polissacarídeos
LZ-8
Triterpenos

Estes compostos ajudam a promover respostas positivas que protegem o corpo de várias formas de infecções. Eles podem resultar de:

Bactérias
Vírus
Fungus

O Reishi ajuda a promover a produção de células que permitem que o corpo se possa auto-curar e ajuda a combater as Células Cancerosas. Também pode ajudar a vacina contra o tétano a tornar-se mais poderosa e ajudar o corpo a responder melhor contra qualquer doença. O crescimento da Medula Óssea com o Reishi pode ser favorecido por ajudar a controlar a produção de proteínas prejudiciais a algumas doenças como o Mieloma ou Leucemia.

Reishi Portugal

Reishi no combate à Fibromialgia

2000px-Sintomas_de_la_fibromialgia-es.svg
 Há muitos estudos que mostram que os cogumelos ou fungos se englobam num agrupamento chamado basidiomicetos. Os fungos crescem principalmente em todos os tipos de matéria orgânica, e sua principal função é a quebra desta matéria orgânica em compostos utilizáveis ​​e digestíveis conhecidos como polissacarídeos

Estes fungos encaixam-se em três grupos principais de compostos quimicos, que são responsáveis por muitos dos efeitos medicinais encontradas nos cogumelos

Polissacarídeo-proteína complexes- Estes compostos oferecem capacidades de fortalecimento do sistema imunológico. São também conhecidos como Echinacea, Aloe Vera, Ginseng, e astrágalo.
Triterpenes – Fornecem propriedades esteróides que são semelhantes ao nosso próprio sistema -hormonal endócrino. TRITERPENOS Compostos – trabalham como comunicadores hormonais para equilibrar e tratar muitos problemas a partir do sistema endócrino.

Azoto – contém compostos que são importantes para o nosso sistema nervoso, e energia. Eles são semelhantes aos blocos de construção do nosso material genético básico de RNA.

Tipos de cogumelos médicos para tratar

Fadiga Crônica e tratamento da fibromialgia

Cogumelo Reishi Cogumelos medicinais para o tratamento da fibromialgia e fadiga crônica

Cogumelos Reishi (Ganoderma lucidum) são fungos surpreendentes, já que contém mais de duas centenas de ingredientes únicos e ativos que podem ser obtidas a partir de qualquer fonte de conhecimento da planta. Para quem sofre de fibromialgia o Reishi é melhor tomado como um extrato, porque pode ser difícil de digerir na sua forma normal. É um antioxidante poderoso com acção antimicrobiana, combate bactérias, vírus, estimulam o sistema imunológico, e acalmam o sistema nervoso autonômico.

Os cogumelos Reishi são particularmente eficazes para a fibromialgia, devido ao fato de que ele ajudar a reduzir a espasticidade dos músculos, síndrome do intestino irritável, colite, úlceras, espasmos bronquiais, e isso ajuda o fígado a desintoxicar resíduos.

Cordyceps sinensis (Dong chong xia cao) Ele tem um nome engraçado, o fungo Caterpillar, que é resultante do fato de que ele pode cantar sobre lagartas. Ele não é tão bem conhecido ou pesquisado como algumas outras espécies de cogumelos, mas Cancer Research UK sugere que pode ser útil no tratamento de pacientes com câncer, pacientes com AIDS e pacientes reprimidas imunes. Ele contém polissacarídeos e esteróis ativos, e estudos mostram que Cordyceps sinensis é útil e reforça as capacidades da imunidade mediada por células e sua capacidade de endurecer o oxigênio dos radicais livres ao apoiar sistemas de bioenergia celulares. É a capacidade de aumentar o consumo de oxigênio que faz com que seja útil para quem sofre de asma, inflamação brônquica, alergias, e muitos atletas usam-no para se apresentar no máximo de sua capacidade pulmonar.

Cordyceps sinensis foi comprovado o seu benefício para ajudar a aliviar a ansiedade, a tratar a insônia, aumentar a energia, melhorar o sistema imunológico, e para limpar as toxinas dos rins, pulmões, e linfáticos. Muitos pacientes com fibromialgia acham que ele é útil para tratar fadiga, exaustão, e fornece energia e aumento da resistência.

Cogumelos Maitake (frondosa de Grifola) – contêm polissacarídeos que se ligam às proteínas e fornecem uma incrível fortificação do sistema imunológico. Muitos pacientes com AIDS acham que ele pode retardar a progressão da doença debilitante. Cogumelos Maitake fornecem; propriedades anti-câncerigenas que podem reduzir tumores, reduzir os efeitos colaterais da quimioterapia, pressão arterial, estabilizar o açúcar no sangue em diabéticos, e diminuem a inflamação nas articulações.

Cogumelos Shiitake (Lentinus edodes) têm sido estudados e considerados muito benéficos na redução de condições inflamatórias, dermatite, cirrose hepática, esclerose vascular, hipertensão arterial, colesterol no sangue. De fato, em 2002, o Jornal de Medicina Alternativa e Complementar relatou que pesquisadores japoneses tinham provado que os cogumelos Shitake reduziram o colesterol.

Outros estudos comprovaram que ele tem capacidades anti-tumorais que inibem o crescimento de certos tipos de câncer, mas há outros estudos que mostram que é útil no tratamento de sintomas de fadiga crônica, e fibromialgia.

Reishi Portugal

Chá vermelho com Ganoderma e Cordyceps

clavaria2

Chá vermelho com 2 poderosos ingredientes: Ganoderma Lucicium e Cordyceps militaris.

Cordyceps militaris;

O que é?
O Cordyceps sinensis ou cogumelo das lagartas é um parasitóide, vive durante um período do seu tempo de vida, dentro de um hospedeiro que neste caso são lagartas. É originário de regiões montanhosas da China e é possível reproduzir em laboratório, pelo que é apenas necessário recolher periodicamente poucas quantidades do fungo que origina o cogumelo.

Benefícios

Os benefícios deste cogumelo estão mal comprovados pois a investigação é muito divergente. Pode ser usado enquanto alimento, sendo que no Ocidente só se encontra como suplemento. Pode ser considerado um adaptógeno.

É mais utilizado para melhorar corpo e mente, na medida em que reduz a fadiga, estimula o sistema imunitário e aumenta a sensação de bem-estar mental e físico. Ativa macrófagos e células Natural Killer que são importantes para a imunidade e controla a libertação de citocinas. Facilita a produção de energia.

Pode ter efeitos positivos na depressão. Apresenta efeito antibiótico para Clostridium perfringens e Clostridium paraputricum, mas não elimina as bifidobactérias e lactobacilos da flora intestinal.
Poderá vir a ajudar no combate ao cancro, se a investigação avançar ainda mais e parece ter efeitos protetores do rim.

Para além da cordicepina e adenosina contem diversas vitaminas (B, E) e minerais (zinco, selénio, crómio, fósforo, potássio).

Efeitos adversos
Não deve ser tomado durante a gravidez e aleitamento por não se conhecerem os efeitos nesta fase da vida.
Não deve ser tomado por pessoas com esclerose múltipla, lupus, artrite reumatóide ou qualquer outra patologia relacionada com o sistema imunitário. O aumento da atividade do sistema imunitário que a suplementação causa, pode piorar os sintomas da doença ou interferir com a medicação.

Se procura um estimulo mental e físico experimente o Cordyceps sinensis. Não estão definidas doses adequadas para suplementação, esteja atento às recomendações dos fabricantes.

Sabendo da falta de regulação que existe na suplementação, tenha o cuidado de escolher boas marcas e se possível marcas que usem extractos de cogumelos biológicos.

Ganoderma Lucidium:

O cogumelo reishi (Ganoderma lucidum) é um fungo medicinal também conhecido como reishi mushroom (inglês). Inclui a espécie Ganoderma japonicum. Pertence a família Polyporaceae.

Benefícios do cogumelo reishi
O cogumelo reishi é um fungo de de cor roxo-marrom que, segundo a medicina tradicional chinesa, pode trazer benefícios para os cinco órgãos humanos fundamentais: coração, pulmão, fígado, pâncreas e rins. O reishi é usado na medicina alternativa para ajudar a normalizar a pressão sanguínea e os níveis de açúcar do sangue, reduzindo o colesterol e inibindo a liberação de histamina e a agregação de plaqueta sanguínea no corpo.
O consumo de cogumelo reishi também pode ter um efeito positivo a longo prazo sobre a artrite reumatoide. Um estudo publicado pela revista Molecular and Cellular Biochemistry em julho de 2007 investigou os efeitos do peptídeo polissacarídeo encontrado no Ganoderma lucidum sobre a multiplicação celular e produção de citocinas (proteínas inflamatórias) nos fibroblastos sinoviais (a artrite reumatoide é uma doença inflamatória sistêmica que afeta principalmente a membrana sinovial das articulações diartrodiais). Essas células contribuem para a progressão da artrite reumatoide e podem ser responsável pelo início da doença. Um estudo de 2006 publicado na revista Rheumatology observou que o peptídeo polissacarídeo do cogumelo reishi inibiu com sucesso a produção de citocinas e a proliferação de células nestes fibroblastos.
Benefícios do cogumelo reishi contra o câncer
O cogumelo reishi pode desempenhar um importante papel na prevenção e tratamento do câncer, vez que pode atuar sobre o crescimento celular, ciclo celular e morte celular em células cancerosas da próstata humana. Segundo um estudo publicado em 2004 pelo International Journal of Oncology, o cogumelo reishi impede a multiplicação de células cancerosas, não permitindo que as mesmas se expandam de forma controlada e pode também induzir a morte de células cancerosas da próstata.
Além disso, o reishi pode oferecer alívio para a fadiga relacionada ao câncer (sobretudo ao cansaço extremo relacionado ao tratamento do câncer). O pó dos esporos encontrados no fungo pode aliviar a fadiga em mulher com câncer de mama que foram submetidas à terapia endócrina (um tipo de tratamento que adiciona, bloqueia ou remove hormônios para inibir o crescimento de certos tipos de câncer), segundo um estudo publicado pela Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine em 2012.
Contraindicações e efeitos colaterais do cogumelo reishi
Os efeitos colaterais mais comuns associados ao cogumelo reish são tonturas, nariz e garganta secas, dor de cabeça e irritação da pele, que podem incluir erupções cutâneas. Uma pequena porcentagem de pacientes sentem desconforto gastrointestinal leve ao consumir o Ganoderma lucidum, de acordo com o Memorial Sloan-Kettering Cancer Center. Os sintomas podem incluir dores de estômago, náuseas, vômitos e diarreia.
História e curiosidades
O cogumelo reishi é utilizado há mais de 4.000 anos na medicina tradicional chinesa e japonesa como um remédio natural para promover a longevidade e tratar a asma, tosse, fadiga e distúrbios do fígado É também conhecido em chinês como lingzhi (planta-de-espírito) e em japonês como mannentake (cogumelo de 10.000 anos). Na tradição taoísta, é dito que o reishi aumenta a receptividade espiritual. Era usado por monges para acalmar o espírito e a mente.

Reishi Portugal

Reishi Ganoderma

Reishi Ganoderma Lucidum

reishiportugal

Levando os tesouros da terra às pessoas do mundo